terça-feira, 27 de novembro de 2007

Retornando...

Depois de algum tempo sem alimentar a veia deste córrego, trago-lhes, o que para mim é um verdadeiro achado no acervo literário contemporâneo brasileiro, o poeta mineiro autor do livro “Matéria Bruta”.
Tive a oportunidade de ler algumas de suas poesias e esta é uma das que mais gostei.



"quantos antros e destinos me ataram
pelo avesso da ilha
mágicas só revertem a metade das noites
que as outras são concretos.

quantos avos e destinos me atormentara
o rosto e o osso;
curvei-me a todos para estar perfeito.

a todos busquei ver como água e pedra:
como o olho, retalhei-lhes as faces
o contíguo dos lábios.

pólvoras deixaram meu corpo em frangalhos.
mas atei-lhes os nós e os pedaços
como quem range à utopia.
fiz ver que vales e montanhas são nacos da vida
no fôlego quente da espécie.

quando surgi de mim, fiquei varrido
e meu estado de coisa correu solto".


Romério Rômulo – Matéria Bruta

26 comentários:

  1. bienvenido de nuevo amigo y empiezas con un muy bonito verso felicidades

    obrigado y baijos

    ResponderExcluir
  2. Bom regresso.
    Ainda bem que a achei...
    Saudações!

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem que voltaste, Izelda!
    E com um poema que me despertou o desejo de conhecer melhor o autor.

    Há sempre pequenas maravilhas que nos surpreendem. Vou atrás do Romério Rômulo
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Amei...como quem range à utopia...
    Kiss

    ResponderExcluir
  5. Que bom vc voltou!!!!!

    "...quando surgi de mim, fiquei varrido
    e meu estado de coisa correu solto".

    Gostei imensamente.
    Vc tem um gosto literário muito apurado, maravilha amiga.
    Muito bom te receber, ler suas palavras de incentivo, volte sempre.
    Tem uma surpresa agora lá!!! rs
    Vivendo e aprendendo.
    Fique com Deus.

    Bjus na alma.

    ResponderExcluir
  6. Bom retorno, amiga!

    Todo dia nos lapidamos
    a ferro e fogo,
    e a água nos purifica,
    e cria em nós vales e montanhas,
    os nacos da vida que nos presenteiam simplesmente com isso,
    VIDA.

    Abraço grande, beijo no teu coração!

    Re

    ResponderExcluir
  7. Té La Má Maria,

    Que bom te ver novamente por cá.
    É sempre uma alegria para mim sua presença ao córrego de areis, obrigada, volte sempre.

    Abraças.

    ResponderExcluir
  8. Olá, São!
    Venho cá em tua casa agradecer a visita e o verso ao córrego de areia, espero vê-la por lá novamente.
    Seja sempre muito bem-vinda.

    PARABÉNS pelo espaço, muito bonito e interessante. Adorei conhecer mais uma virtual amiga portuguesa e um pouco mais da história de seu país.

    Um grande abraço.

    --------------------------------

    Olá, Meg!
    Venho cá, em tua casa agradecer a visita e o verso ao córrego de areia.
    Bom que tenha gostado do poema.
    É amiga as vezes descobrimos verdadeiros tesouros literários no anonimato. Por isso gosto de postar essas poesias pouco conhecidas, para assim se fazer conhecer...

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá Izelda,

    Parabéns pelo regresso. Foi em grande e boa hora pois, adorei a poesia de um autor que não conhecia.
    A vida por ele retratada não corresponderá à de muitos de nós?!... Parece-me que sim...

    Um beijo amigo,

    Maria Faia

    ResponderExcluir
  10. Querida, por favor, volte lá a casa( onde gostei muito de a ver) pois tem desafio para você!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Caro Ludo!
    Que alegria te ver por cá, em minha casa.
    Seguimos nós a regar a utopia e a unir forças para fazê-las real.

    Grande abraço e um feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  12. Estimada DI,
    Sua presença enche-me alegria,
    e meu estado de coisa corre solto.
    srsrsrsr!

    Através do seu blog conheci o da Nana, muito bacana tanto o seu, quanto o dela. PARABÉNS às duas.

    Beijos no coração, um feliz fim de semana e muita luz em seu caminho.

    ResponderExcluir
  13. Querida amiga RE!
    Amei o verso poético que deixastes ao córrego de areia.

    E assim,
    de vales e montanhas fazemos nossos caminhos...
    e vida renasce em cada alvorecer.

    Obrigada pelo carinho e amizade.
    Um feliz fim de semana à ti e aos seus.
    Abraços, fique com DEUS.

    ResponderExcluir
  14. Cara, Maria!
    Obrigada, por presentear o meu retorno com tua visita e verso.

    Sim, Maria, também faço essa mesma leitura a cerca do autor. Li várias outras poesias dele e tive a mesma impressão. Mas, gostei de seus poemas um tanto eruditos.

    Beijo grande desde o Brasil e um feliz fim de semana junto aos seus.

    ResponderExcluir
  15. Obrigada, SÃO!
    Sinto-me honrada em fazer parte deste desafio, mas, falar de mim não faço com muita freqüência. De qualquer forma vou tentar...

    Abraços e feliz fim de semana, amiga.

    ResponderExcluir
  16. Que alegria te voltar a ler Izelda!
    Sempre és necessária para endulzarnos no dia!
    Já pendurei tua foto, muito linda e formoso teu gesto de participar e estar sempre presente conosco. És das nossas ao igual que Carlinhos! um forte abraço

    ResponderExcluir
  17. Olá Izelda

    Bom regresso. Creio que esse regresso me deixa indícios de que sua filha estará muito melhor.
    Espero sinceramente que sim.
    Deixo-lhe um beijinho
    José Gonçalves

    ResponderExcluir
  18. romério rômulo03 dezembro, 2007 11:09

    izelda:
    obrigado por sua atenção com o meu
    trabalho.
    deixo meu endereço eletrônico:

    romerioromulo@hotmail.com

    um grande abraço.
    romério

    ResponderExcluir
  19. Estimada, Carolina!
    É com grande alegria que a recebo em minha casa.
    Muito interessante o post com as fotos antigas das pessoas que visitam o Waipueduca, adorei participar. Vi todas as fotos são lindas...

    Amiga, o carinho e amizade que nos dispensa sempre, são muito valiosos e importante para nós.

    Carlinhos e eu enviamos abraços fraternos e ti e tua linda família.

    ==================================
    Caríssimo, amigo JOSÉ,
    Sua presença em meu córrego é motivo de muita alegria.

    Agradeço-lhe pelas orações e fluidos positivos que enviou para cá, na torcida pela cura de minha filha. Graças a Deus e a nossas preces, ela está bem melhor, diria restabelecida.

    Grande abraço e uma ótima semana junto aos seus.

    ResponderExcluir
  20. Como o artista trabalha a sua obra assim também a "Vida "nos vai aperfeiçoando…
    Se é rocha bruta, é necessário dar-lhe a forma exacta, se é madeira também, o que se requer é vontade criativa, material para criar, força para trabalhar e a hora aparece em que a obra acabada se expõe, e os críticos fazem o resto.
    Parabéns ao autor e também a si pelo requinte da procura

    ResponderExcluir
  21. Espero que tudo esteja bem e que a sua filha se tenha recuperado mesmo!~Boa semana!

    ResponderExcluir
  22. Cara Maria,
    Fico feliz em vê-la por cá, os grãos de areia do nosso córrego se alegram com sua presença.

    Belo verso deixastes, amiga.

    ResponderExcluir
  23. Querida São,
    sua visita deixou o meu domingo mais alegre, obrigada.

    Sim, minha filha já está recuperada, graças a Deus e a nossa corrente de orações. Sou grata também por isso.

    Um grande abraço e uma semana iluminada para você.

    ResponderExcluir
  24. Gostei muito desse blog. Adicionei entre meus favoritos no Technorati. Parabéns! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  25. Em vésperas de consoada venho desejar-lhe um Santo e Feliz Natal na companhia de todos os seus.
    José Gonçalves

    ResponderExcluir
  26. Este blog é maravilhoso, Osvaldo Montenegro, mutantes, gonzaginha, mercedes, tom jobim, Parabéns, vou visita-la mais vezes para acalmar a alma .meu blog é marthacorreaonline.blogspot.com

    ResponderExcluir

 

blogger templates | Make Money Online

Clicky Web Analytics